ZOIANDO

sábado, 17 de dezembro de 2016

PAU DE NEGÃO É GRANDE MESMO?


Dizem que baiano guarda dentro da cueca um outro baianinho devido o tamanho do membro, se é verdade eu não sei e talvez nunca venha a saber, mas levando em conta o único que vi pessoalmente (mesmo que mole) e os muito outros que vi via Skype tenho que dar crédito a falácia (mesmo que toda regra tenha a sua exceção) Acho que o primeiro pau em solo paulista que vi foi o do Negão (colega de trabalho que por sinal era baiano) gente que lapa de rola, e olha que estava mole, aquilo deve fazer um tremendo estrago. O negão (que por sinal era o seu apelido) era um cara de uns 2 metros de altura, forte e bem moleção, a gente trabalhava em um restaurante em um número qualquer da bandeirantes, quando ele chegou pra trabalhar lá eu já estava a alguns meses e como é de praxe os mais velho ensina os mais novos, e assim foi. Nos tornamos amigos e com o tempo estávamos tão íntimos que tínhamos certas liberdades, liberdades estas que se estendiam ao salão.

Certa vez surgiu a "brincadeira do peitinho" que consistia em pegar o peito do amigo e segurar (confesso que as vezes doía!) eu como bom samaritano que sou entrei na brincadeira, nunca tinha sentido em minhas mão tanto mamilos (pegava de mão cheia) tinha para todos os gostos e tamanhos, gente que tesão! Com o tempo a brincadeira acabou (modinhas passam, infelizmente!) só me restando o Negão a brincadeira tinha que evoluir e evoluiu, por parte dele é claro! A moda agora era "apalpar", e era o que eu fazia, meio sem jeito mas mesmo assim era uma apalpada, recordando hoje me parece bem gay mas não época não, era mais uma brincadeira de brother (deve ser coisa de macho?)

O tempo foi passando e as novas contratações eram de molhar a cueca, o marido da Marta era um gato, aquele jeito tímido dele só realçava os olhos azuis; E o que dizer do "fido dido" (parecia com o personagem licenciado pela Pepsico) que magrelo gostoso;E como esquecer do garcon playboy?, E o japonês, um dos meus fetiches sempre foi ver um japonês "animado", se é que vocês me entendem (risos); Tinha também o cara do Barril, o Cozinheiro (esse era gay!) e por ultimo o Carlos, esse era feio mas tinha um corpo e um charme de balançar a torre Eiffel, dia desses o vi no facebook (temos amigos em comum) e o cara é igual a vinho.

O cozinheiro e o seu fiel escudeiro viviam a me jogar indiretas a respeito da minha sexualidade (no fundo eles tinham certeza) tanto que foram inúmeras as vezes que o "fiel escudeiro" (não lembro-me o nome do sujeito, kkk) chegava a mim quando eu estava distraído e me chamava de "viadinho", sabe aquele cara que te pega desprevenido e te dá uma fungada? Esse cara era ele! Não sei se o seu intuito era pra provar para os demais suas suspeitas sobre mim, mas uma coisa é certa aquilo me dava um tesão da porra (tanto é que adoro quando me chamam de "viadinho" na cam, tá bom pode me chamar de puta... kkk) Então é isso, e vocês o que podem me dizer sobre os baianos, procedo ou não o boato?
Abraço e até a próxima.

Eu sou o Pedro. E esse foi mais um; "O Grande Masturbador".
Todo Sábado as 08h00 da manhã, ou assim que possível
E nunca se esqueça, a gente se vê por aqui!

6 comentários:

  1. Também há brancos com muito bons caralhos, paus, rolas :)

    ResponderExcluir
  2. Quantas lembranças...bacana rs...
    Lembro da brincadeira do peitinho, realmente as vezes doía...

    Quanto aos baianos, estive algumas vezes em Salvador e fiquei com um baiano que era um pouco devagar, tanto que nem fomos para os finalmente...
    Acho que ele estava tenso, pois paulista quando está com fogo, às vezes assusta as pessoas kkkkk..
    Aqui em SP não me recordo se já fiquei com baianos.... sei que fiquei com pessoas do nordeste, mas ando meio desmemoriado.

    ResponderExcluir
  3. penso que sempre se guarda um certa proporção, caras de 2 metros, baianos ou não, tem a tendencia a ter um pinto proporcional...mas acho que amitica em torno de negros e japas tem um fundo de verdade! tenho dito! kkkkk

    ResponderExcluir
  4. Bom, eu só peguei 1 japonês uma vez. Mas ele era tamanho médio. Já vi vários outros maiores e vários outros menores que o dele.
    Baiano, que eu saiba, nunca peguei nenhum.

    ResponderExcluir
  5. Tenho dois amigos Bahianos. Um tem 24cm grosso o outro 18cm.

    ResponderExcluir

UMAZINHA

< POSTAGEM ANTERIOR - PRÓXIMA POSTAGEM > Acho que conheci o Chico dia 22 de agosto, não tenho certeza porque perdi o histórico...