ZOIANDO

domingo, 8 de janeiro de 2017

LEVEI DOIS FORAS NO MESMO DIA


Todo inicio de ano eu assim como muita gente faço uma listinha de metas para serem cumpridas no decorrer do ano que se inicia, coisinha simples como ganhar na mega sena, torna-se presidente, dominar o mundo (coisas bobas, né pessoal?), agora falando sério, coisas tipo: entrar da academia, arranjar um namorado, mudar o visual. Coisas que tecnicamente estão dentro da nossa realidade, algo que se formos disciplinados e mantermos o foco facilmente serão realizadas. Em 2016 comecei um pouco atrasado (em Abril) foram apenas doze tópicos, desses apenas quatro tornaram-se realidade, mesmo que em parte pois algumas ainda estão em curso. E vocês contem-me sobre as suas realizações em 2016, conseguiram realizar o que almejavam ou assim como eu ficou para 2017.

Voltando um pouco ao título. O ano nem tinha  terminado e fui logo apalpado e logo pensei "2017 promete"  e prometeu, passeia A virada em pé, mas tudo bem. Como não curto muito barulho (entende-se som alto) troquei a Paulista pelo Ibirapuera e me fudi (não do jeito bom), que iluminação de natal foi aquela? A famosa Árvore do Ibirapuera foi uma negação, não duvido nada se esse anos a do shopping Iguatemi for maior que a do ibirapuera, decepcionante! Já o show se luzes do lago eu não vi (talvez tenha chegado tarde, assim espero!) Já era meia noite e cadê os fogos? Infelizmente do ibira não foi possível ver nada, ao lado do monumento as bandeiras apos caminhar um pouco em meio a multidão é que foi possível ver alguma coisa (ou melhor, tentar ver) pois só ouvia-se o barulho e quase nada de luzes no céu. Agora é só esperar a próxima.

Guardo comigo alguns nomes de futuros amigos (entende-se possíveis trepadas) os separo nas seguintes categorias: Tempo que os conheço, localização e por ultimo se gosta da minha companhia ou só me procura pra bater uma na cam. Pensando nisso me atrevi e se joguei com os dois pés (só podia da em merda, e deu) O primeiro foi o José,  o conheço desde o inicio do ano passado (não é bem inicio, estou em dúvida entre junho e julho) O José é um carioca quarentão, casado e que tá a procura de uma cara gente fina, carinhoso e que preze o respeito e a cumplicidade, logo pensei esse cara sou eu! (tá bom, tira o casado!!!) o tempo passou e ele sumiu, e com as boas vibrações de inicio de ano quem me aparece? o José.

Inicio de anos, desempregado e sem ter nada pra fazer fiz o que qualquer um na minha situação faria, fui vender bala no farol? (que nada, fui me expor na net) e lá estava ele, logo me chamou para o Skype, a conversa começou descontraída no inicio da noite e terminou tensa pela madrugada, o cara me ganhou na hora mas como era de se esperar estraguei tudo, o motivo, sinceridade de mais. Vamos dizer que discordamos de muita coisa, sai por errado por defender aquilo que não faz parte da minha realidade mas que pra mim não é problema (talvez tenha passado a imagem errada, mas tô sossegado) Não é porque eu sou a favor da legalização da maconha que eu seja usuário. No dia seguinte conversamos novamente pelo Skype e ele educado como sempre falou dos nossos pensamentos divergentes e pediu para sermos amigos, e eu aceitei porque quando um cara que já lhe viu pelado pede para ser amigo nem isso vocês serão mais (preciso dizer que ele sumiu?).

No mesmo dia pela tarde recebo um zap do William dizendo que queria marcar pra gente conversar (apos me esquivar como nas outras vezes, cedi) O William é coisa antiga, talvez ele seja um dos primeiros caras com quem conversei na net e o primeiro que passei o meu Whatsapp, tinha um carinho especial por ele (talvez ainda tenha) Ele é um quarentão daqui da capital, atencioso, prestativo, é um príncipe (será que isso exista?) ele sempre mim chamava e cansado de se esquivar dei um basta e cedi até porque é cada vez mais difícil encontrar um cara que queira algo sério, talvez seja por isso que fico enrolando pra ver se vale a pena pois nesse mundo onde a oferta é tão grande como a procura é quase impossível encontrar alguém que queira o mesmo que você, até porque se eu digo não para uma conversa, dez diz sim para uma trepada, como concorrer com isso? (não que eu também não queira uma trepada, mas vamos com calma).

Começamos a conversar por volta das 13h00, ele sugeriu um local e perguntou se tava bom as 15h30 foi ai que falei que só dava pra chegar no meio do caminho mas como iria tomar banho e tinha acabado de chegar...E esperei pela confirmação, como não confirmou entrei no banho as 15h00. Meu primeiro encontro, o que fazer, como se portar? Comecei a soar quando entrei no busão, a todo instante olhava pra ver se tinha alguma mensagem e nada (vergonhoso, eu nos meus 28 anos agindo feito adolescente que acabou de conhecer um carinha na escola, mas fazer o que, lá fui eu com a cara e sem coragem) Moro no extremo da zona sul e as 17h00 é que tava na linha amarela do metrô (quem é de São Paulo sabe a distancia que faltava para a estação Santa Cruz da linha azul, local do encontro) olhei novamente e mensagem não visualizada, será que o cara sumiu? Mandei outra e nada!

Desci na estação tremendo e apos olhar no celular e nada de mensagem pensei, como ele tem uma foto minha ele deve esta na saída do metrô me esperando, sai e nada, olhei para os lados e nem se quisesse o encontraria pois o mesmo nunca mandou uma foto de rosto (tá, sei que não se sai as escuras assim) Como estava na merda mesmo resolvi da um rolé na Saraiva do shopping, e foi o que fiz. As 18h44 já na estação lhe mandei a ultima mensagem. A noite ele me respondeu, disse que era pra ser na hora da conversa não 17h00 e que não tinha a tarde toda a minha disposição, e eu até hoje não lhe respondi de volta, acho que não vale mais a pena, não o culpo talvez a culpa tenha sido minha mesmo por ter posto muita expectativa onde não cabia e por esperar muito das pessoas. Antes que digam "mas como assim, tava jogando com os dois ao mesmo tempo e depois vem pagar de vitima", não eu não estou jogando com ninguém, eu sou solteiro e estou (pretendia) apenas conversar até porque se eu estivesse com alguém eu não estaria a procurar. E vocês contem mim dos seus tocos, como foram? e perdoe-me pelo atraso do post do dia de hoje.

Eu sou o Pedro, E esse foi o primeiro "O Grande Masturbador" do ano.
Todo sábado as 08h00 da manhã, ou assim que possível.
E nunca se esqueça, a gente se vê por aqui.

3 comentários:

  1. Hummmm, quantos momentos rs...
    Ref aos planos de 2017, deixo a vida me levar, e um conselho, não planeje namoro, certas coisas acontecem naturalmente, quando menos esperar, em um encontro casual, poderá rolar algo bacana...

    Referente aos seus paqueras, me lembrei que eu discutia muito também com os caras, as vezes, por coisas banais, desnecessárias, mas faz parte, afinal, ninguém é igual o outro.
    Referente ao seu encontro, que sacanagem do cara, pois ele deveria ter dito isto na hora que vocês trocaram mensagens, e simplesmente ele some e só volta a responder quase um dia depois rs...
    Eu mandava pastar, aliás, como sou vingativo, afinal você teve todo um trabalho logístico aí, então eu combinaria algo e daria um bolo nele...
    Mas, enfim, boa sorte aí mlk.

    ResponderExcluir
  2. Namoro acontece, não se encontra, não se busca. Vai por mim.
    Eu passei o ano aí em SP e dentro de um ap de onde pude ver um pouco dos fogos da Paulista. Foi legal.
    Não faço planos de longo prazo. Claro que tenho algumas metas todos os anos e normalmente as alcanço quando são verdadeiramente importantes.
    No mais, é desejar que o resto de 2017 seja de menos furadas como esta que vc relatou. Manda este cara e outros tais irem dar uma boa cagada.

    Beijão e felicidades.

    ResponderExcluir

NÃO ENCARO PAU GROSSO

< POSTAGEM ANTERIO R - PRÓXIMA POSTAGEM > Tentarei ser o mais breve possível. Conheci o Tony no app no dia 26 de agosto e marc...